Hoje contaremos a história do capacete de um dos pilotos que Alan mais considera, pois além de cliente, é um grande amigo seu: André Ribeiro! 

Alan conheceu André Ribeiro há mais ou menos 36 anos. Ele trabalhava na Bruno Minelli, mas o primeiro contato deles foi através de um amigo em comum que trabalhava com o piloto. 

André estava no início da sua carreira no kart, quando apareceu de surpresa na antiga oficina da Sid Special Paint e começou a conversar com Alan sobre a sua carreira. O piloto disse que estava no início da sua jornada, e por isso estava com seu orçamento apertado para produzir um capacete, mas mesmo assim, Alan e Sid Mosca produziram seu capacete e o resultado…. adivinha… ficou incrível!

Sid Mosca, André Ribeiro, Alan Mosca e Otávio Mesquita

O piloto já tinha uma ideia do layout que queria, então foi tiro e queda! Com o passar do tempo, as marcas de patrocínio foram mudando, mas nada que mudasse radicalmente o visual. 

O mais legal da história inteira, é que André foi o primeiro piloto da história do kart a ostentar a marca Marlboro em seu capacete, coisa que só acontecia com grandes modalidades! 

André era o mestre da comunicação, e todos que conviviam com ele nunca mais queriam sair de perto! A conversa sempre fluía com facilidade, e por isso, além do patrocínio da Marlboro, ele era patrocinado por várias outras marcas: Kibon, Ruffles, Tang, Firestone, LCI e claro, ostentava tudo em seu capacete.

As logos do capacete só comprovaram o incrível e artístico trabalho de Alan. Desde a sombra no “Tang”, as linhas na laterais, os símbolos da Nossa Senhora… Cada minucioso detalhe compõe a obra-prima que é o capacete de André Ribeiro. 

Capacete de André Ribeiro

Curiosidade: Durante muito tempo, André Ribeiro correu de Honda. É por essas e outras que os japoneses o adoram!

André Ribeiro era destemido nas pistas. Dois anos após Ayrton Senna partir (1996), ele deu a primeira grande vitória para o povo brasileiro, que foi na Indycar Rio 400. Foi um resgate emocional para todos… Alan e Sid nunca haviam perdido um piloto e amigo tão cedo na história do automobilismo, e André acabou trazendo uma ótima e grande surpresa aos corações brasileiros. 

Bora relembrar este momento tão emocionante e especial?

A saída de André Ribeiro do Automobilismo

André estava alcançando o auge do seu sucesso, quando surgiu uma oportunidade de ouro: Roger Penske o convidou para cuidar de um novo negócio de Penske. A imprensa ainda não sabia da notícia quando André marcou uma reunião para comunicar a Sid e Alan que pararia de correr. 

Aquele momento chocou a equipe da Sid Special Paint, mas ele não poderia perder a grande oportunidade de sua vida…

Apesar de André não estar mais presente no automobilismo como piloto, ele continua se comunicando com Alan e sempre liga para saber se está tudo bem. As corridas nas pistas acabaram, mas a grande amizade entre Alan e o piloto permanece mais forte do que nunca.

Hoje o ex-piloto é diretor de relações com montadoras na Group 1 Automotive. Alan é muito grato por todos os momentos bons que André proporcionou em sua carreira, e é motivo de orgulho trabalhar com alguém tão especial durante todo esse tempo. 

Você pode conferir na íntegra a história que Alan conta com vários detalhes inéditos:

E você, já conhecia essa história? Conta aí para  a gente! 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.