O Rallycross é um tipo de corrida de automóveis realizada apenas com carros do estilo sprint. Suas corridas acontecem em uma superfície mista, construído especialmente para carros de estrada. 

Durante muito tempo, o rallycross foi visto somente como uma categoria secundária, rebaixado pela maioria das outras modalidades do automobilismo.

Esta modalidade é mais popular nos países nórdicos, como a Holanda, Bélgica, França e Grã-Bretanha. 

Está acontecendo alguns campeonatos de rallycross aqui no Brasil, e por este motivo, vamos te contar tudo sobre esta modalidade que está conquistando os corações dos apaixonados por automobilismo! Vamos nessa?!

História do Rallycross

O rallycross começou a criar forma no ano de 1967, em Lydden Hill, Inglaterra. Esta nova modalidade do rallycross era uma espécie de combinação entre as corridas de rali, mas com um percurso fechado. 

Ainda neste ano, o rallycross provou ser um grande sucesso! Estavam todos encantados com as corridas, e então a corrida começou a acontecer regularmente nos circuitos de Lydden Hill, Croft e Cadwell Park.

A primeira corrida oficial de rallycross europeu (oficial) aconteceu no ano de 1969 na Holanda. Ninguém imaginava que os próximos anos o rallycross iria se espalhar pelo norte da Europa, se tornando um sucesso mundial!

Em 1973, o rallycross começou a ser conhecido como “Embassy European Rallycross Championship”, e no ano de 1976 a FIA (Federation Internationale de l’Automobile) criou as primeiras normas da modalidade e premiou o austríaco Franz Wurz, que foi o primeiro campeão do campeonato europeu oficial! 

Foi uma corrida e tanto, dá só uma olhada:

Em 1978, a FIA introduziu duas classes ao rallycross: Touring Cars e Grand Touring Cars. Naquela época, o campeão seria o piloto que marcasse o maior número de pontos em ambas as divisões. Em 1979, o norueguês Martin Schanche ganhou o título do Campeonato Europeu.

Em 1982 as classes foram divididas por divisões. Divisão 1 para carros de duas rodas motrizes e Divisão 2 para os carros “Rallycross Specials”, carros com tracção integral.

Devido a vários acidentes graves que ocorreram nas pistas dessa divisão, no ano de 1986 o WRC proibiu a classe Grupo B, e então, esses carros “proibidos” iriam correr até chegarem nas pistas do campeonato europeu de rallycross.

O Rallycross atual

Após anos de evolução, finalmente chegamos em 2003, o ano que surgiram as categorias de rallycross que conhecemos hoje: 

Divisão 1: consistia em carros de 4 rodas motrizes com turbo do grupo A, conhecida como SuperCars

Divisão 2: consistia em carros com motores 2.0 litros de duas rodas motrizes,conhecida como Touring Car;

Divisão A1: com motores 1600 de tracção frontal. Conhecidas como Super 1600.

Em busca de mudanças, uma grande promotora do mundo dos esportes e da moda,  assumiu o comando do ERC, e mudou o nome do Campeonato Europeu de Rallycross para RallycrossRx, e o seu objetivo era levar esta modalidade para alcance mundial!

Depois de um ano bem sucedido ao comando de uma nova gestão, a IMG deu a idéia de criar um Campeonato Mundial de Rallycross (World RX) com extensão para a série europeia (Euro RX). 

No ano de 2014, o reformulado WRX fez sucesso em sua estreia na pista de Montalegre (Portugal), e desde então, empresas do mundo todo queriam levar o campeonato para seus países. 

Quer saber o motivo de tanto sucesso? 

O rallycross tem uma dinâmica mais perfeita que o formato permite, e suas corridas com uma curta duração obrigam que os pilotos dêem tudo de si, e isso faz com que nós tenhamos momentos únicos no rallycross mundial. 

Pistas de rallycross

As pistas desta modalidade, geralmente são bem curtas, e são uma espécie de mistura entre a terra e asfalto. Suas pistas têm a particularidade de terem uma extensão chamada Joker Lap. Isso faz com que o tempo tenha de 2 a 3 segundos a mais ao tempo de cada volta, permitindo mais definição até o final das corridas. 

Todos os pilotos são obrigados a passar uma vez pena Joker Lap em cada corrida, e se não fizerem, são penalizados. A decisão de fazer a Joker Lap cabe ao piloto e ao Spotter. O Spotter é um integrante da equipe que fica em uma torre vendo tudo o que acontece durante a prova, e ele também aconselha os pilotos em relação a sua estratégia para vencer a corrida. 

Como acontecem as corridas? 

Como em todas das modalidades, antes da competição os pilotos precisam participar dos treinos livres, que é onde as equipes vêem onde precisam melhorar. Depois deste momento, as coisas começam a ficar mais difíceis e complexas. 

O campeonato é composto por: 

4 qualificações e aquecimento 

Em cada uma das 4 séries existem pequenas corridas formadas com 3 a 5 carros, e o piloto precisa realizar o tempo mais rápido após as 4 voltas. O vencedor da qualificação Q1, Q2, Q3 e/ou Q4 os pilotos que acumulan pontos intermédios, com base nas suas posições. Após essas 4 séries de qualificação, os pontos são somados e os pilotos com o maior número de pontos seguem para a próxima fase.

2 semifinais

6 carros em cada uma das duas semifinais, com 6 voltas incluindo uma Joker Lap. Os 3 primeiros pilotos de cada semifinal se classificam para o campeonato final.

Final

Como a semifinal, esta última corrida é disputada por 6 carros ao longo de 6 voltas e o vencedor da final é considerado o vencedor do campeonato. 

Fiquem ligados nos próximos capítulos do Rallycross!

O rallycross é um campeonato que acontece de uma forma diferente dos outros, e está conquistando os corações dos apaixonados por automobilismo! 

Durante anos ele sofreu mudanças, e então foi ganhando força e credibilidade, até chegar nos campeonatos que conhecemos hoje. 

No início do mês, aconteceu o terceiro campeonato de Rally Minas Brasil, já tivemos grandes nomes do rallycross declarados vencedores! Lucas Moraes e Kaique Bentivoglio, foram campeões da categoria carros geral. 

Veja o vídeo abaixo da última volta feita pela dupla e sinta um pouco da adrenalina:

Ansiosos para os próximos campeonatos de rallycross aqui no brasil? Conte-nos um pouco da sua experiência nessa modalidade, caso já tenha experimentado alguma vez o rallycross em sua vida 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *