Você está preparado para conhecer mais sobre o Motocross? Nós da Sid Special Paint ficamos felizes com o carinho que recebemos de vocês que sempre nos acompanham. Então resolvemos trazer mais das pistas para presenteá-los!  

Sem dúvidas, o Motocross é uma modalidade esportiva que exige alto nível de concentração, oferece muita adrenalina na sua prática e também para o público que assiste. 

Nesse sentido, saber como surgiu o Motocross e conhecer as categorias desse esporte é fundamental para quem gosta de motos ou deseja praticar esta modalidade.

Além disso, apesar de ainda pouco praticado no Brasil, o Motocross é sucesso em outras partes do mundo, em especial nos países que falam inglês, como a Inglaterra, os Estados Unidos, Nova Zelândia e Austrália. 

Continue com a gente e você ficará por dentro sobre:

Como surgiu o Motocross?

Afinal, onde nasceu o Motocross? Voltando à Inglaterra no século XVIII, a forma como surgiu o motocross é muito próxima da invenção das motocicletas, pois desde os primeiros modelos desenvolvidos na Inglaterra, elas já eram usadas em pistas cross country

Entretanto, o formato da modalidade ainda não era o que conhecemos hoje. A velocidade era reduzida, as manobras eram basicamente curvas mais ou menos fechadas. 

Os pilotos eram protegidos por capacetes, quase que decorativos – imaginem o perigo que era, com a falta de segurança. Mas a motivação permanece apesar do passar do tempo: a busca pela adrenalina.

A princípio, a competição internacional foi realizada na França, em 1939. Logo com ela veio a necessidade de padronizar as provas, regras e participações dos pilotos. Além disso, ainda foram necessários muitos anos, até que as corridas ficaram populares, essa popularidade veio somente nas décadas de 50 e 60. Porém, ainda limitadas ao continente europeu. 

Com o início da década de 60, os Estados Unidos passaram a receber pilotos europeus e a trabalhar para desenvolver a modalidade. A partir daí, saindo dos Estados Unidos para o Brasil foram cerca de 20 anos de diferença. Assim como surgiu o motocross em outras regiões do mundo, no país as categorias ainda eram muito ruins. 

Depois da popularização do esporte na América do Norte, o Brasil passou a receber pilotos de outros países que introduziram as manobras mais agressivas ao estilo de pilotar. O motocross, assim como as demais modalidades esportivas, nasceu como uma opção de entretenimento e diversão. 

Logo que os anos se passaram e com a modernização de equipamentos, motocicletas e técnicas cada vez melhores aplicadas pelos pilotos, o Motocross atingiu o status de esporte. 

Atualmente, ele reúne montadoras e fãs da adrenalina em torno de diversas modalidades e competições ao redor do planeta.

Quais são as subdivisões do Motocross?

Até aqui falamos da história do Motocross, agora falaremos sobre algo mais técnico. Então vamos lá, dividir o Motocross é simples: off-road e on-road

O off-road, como a própria tradução já diz, é algo fora da estrada, em percursos de terra e terrenos acidentados. 

E o outro é “ao contrário”? O on-road pode ser no asfalto, em circuitos indoor, como em autódromos fechados.

Qual é a subdivisão mais praticada? 

O mais praticado é o off-road, e as principais vertentes são:

  • Pistas – Nesta vertente, a disputa é mais dinâmica, com motos do modelo trial, mais ágeis e com suspensões reforçadas.
  • Trail – Nessa categoria, os pilotos são testados em trilhas e montanhas que possuem muitas subidas e descidas. O desafio é enorme, mas os pilotos são sempre muito engajados! 
  • Enduro – Aqui ocorre o teste de resistência no Motocross. As motos mais fortes e potentes e os pilotos com maior preparo físico conseguem aguentar um circuito difícil por mais tempo. Haja coração!
  • Rali – Neste caso, os circuitos são regulares, as motos são mais confortáveis e o desafio pode ser entre o piloto e os adversários ou contra o relógio.

Quais categorias são as mais comuns no Brasil?

Esse esporte é muito interessante, não é? Como será que ele acontece aqui no Brasil? 

Vamos ver:

Aqui no Brasil, quem regula e comanda o Motocross é a CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), dividindo suas competições entre as categorias:

  • Cross Country: para quem não conhece, este é um rali de velocidade para quadriciclos e motos, que se divide em subcategorias por especificações do veículo ou idade.
  • Supermoto: outra modalidade interessante, são três categorias para motos diferentes, porém, todos disputam num mesmo percurso, em trechos com asfalto e outros de terra.
  • Minicross: aqui é basicamente o Motocross com motos menores e de menor potência. É até utilizado como iniciação para jovens pilotos.
  • Motocross: esta corrida que mistura técnica de pilotagem com desempenho da moto, geralmente se divide em seis categorias visando a potência do motor.
  • Motovelocidade: esta disputa de velocidade é em asfalto, e fica o mais próximo das corridas tradicionais, pois sempre ocorre em autódromos com circuito fechado.
  • Enduro FIM: essa prova de velocidade é contra o relógio, é dividida pelas limitações dos veículos.
  • Enduro de Regularidade: outra prova com classificação final feita pelo desempenho em cada uma das etapas, e o melhor, pode ser em terra, asfalto, ou nos dois.
  • Rally: Ah! esse vocês conhecem bem… é realizado nos mesmos moldes dos carros, em percursos surpreendentes e em terra.

Conheça os capacetes para Motocross

Chegou a parte que mais amamos! Este modelo foi projetado especialmente para amantes de velocidade que praticam motocross e rally

O capacete off-road possui um design fechado, e esse design protege toda a cabeça, o que evita que pedras e outros objetos atinjam o piloto, além de proteger de possíveis quedas. Até porque, as provas sempre são muito emocionantes e cheias de adrenalina!

Esses modelos acompanham viseiras resistentes que protegem os olhos da lama durante o trajeto também, o que com toda a certeza, ajuda ao piloto se concentrar somente no trajeto, sem nada atrapalhar.

Curiosidade: o maior evento brasileiro de motocross

Estão gostando de aprender sobre o Motocross? Agora focando no esporte brasileiro, o Duelo de Motos tem um formato diferente de disputa de outras competições, onde os campeonatos em chave aberta faz com que cada piloto realize uma simples apresentação individual e recebe uma classificação com base em sua nota.

Confira o que rolou no Duelo de Motos em 2020!

No Duelo de Motos a performance acontece em um sistema “homem a homem”, com dois pilotos se enfrentando, cara a cara!

Portanto, só o vencedor de cada embate segue para a fase seguinte e, para garantir isso, os pilotos devem criar uma rotina de manobras desafiadoras, levando em conta o seu grau de dificuldade, a extensão de seus movimentos e a forma como eles serão distribuídos ao longo da prova durante os 90 segundos disponibilizados para cada apresentação.

São cinco juízes escalados para o evento, e cada um deles avalia um dos critérios existentes: variedade, execução, uso da pista, energia e estilo.

Gostou de conhecer o Motocross? Fique ligado que em breve traremos mais conteúdos para aumentar ainda mais o seu repertório sobre automobilismo 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.