A Stock Car é uma das competições automotivas mais conhecidas e amadas de todo o Brasil. A categoria completa 43 anos de história em 2022, e nada mais justo que contar para nossos fãs como surgiu essa grande categoria. Afinal, resistir por tantos anos como ícone do automobilismo não é uma tarefa fácil…

Mesmo que ela tenha começado de forma sutil, a proposta de colocar carros “comuns” nas pistas chamou muito a atenção do público, fazendo com que atualmente fosse reconhecida no mundo inteiro, já tendo recebido grandes nomes do automobilismo mundial, como o ex-piloto brasileiro de Fórmula 1, Rubens Barrichello, entre outros nomes de peso como Ingo Hoffmann, Caca Bueno, dentre outros grandes campeões.

Quer saber mais sobre como uma categoria com carros de passeio se tornou um ícone do automobilismo? Vem com a gente e conheça tudo sobre a história da Stock Car, e reviva os momentos com os principais pilotos protagonistas que marcaram época na categoria! 🏁

A história da Stock Car

Para entender melhor o surgimento da Stock Car, é preciso voltar ainda mais no tempo para compreender o contexto da década de 60, quase 20 anos antes da primeira prova da modalidade.

No ano de 1960, foram formadas as primeiras equipes profissionais de competição no Brasil, e nesse período, surgiu uma verdadeira explosão de talentos de pilotos em todo o país. Um dos nomes que marcou época foi Bird Clemente, o primeiro piloto a fazer de sua profissão a própria paixão. Ele correu com as equipes Vermag e Willys.

Anos mais tarde, Emerson Fittipaldi se consagrava como campeão da Fórmula 1. Nessa etapa, cresceu muito o interesse televisivo pela transmissão e cobertura de esportes motorizados, o que atraiu muita gente para o universo do automobilismo.

Emerson Fittipaldi Campeão F1

Com o sucesso, surgiram algumas categorias chamadas de “Turismo”, conhecidas por utilizar carros de rua — geralmente, desejados pelo grande público — para competir entre si em autódromos profissionais, despertando ainda mais o interesse das pessoas pelos carros e pelas corridas. Afinal, se comprássemos um carro como esse, poderíamos nos tornar, ou sentir-nos, como pilotos de corrida, não? 🤩

Stock Car: Primeira competição

A competição foi inspirada na NASCAR dos Estados Unidos, porém, em terras tupiniquins, quem se interessou em criar algo parecido foi a Chevrolet com seus opalas, estudando uma competição “monomarca” que iniciou no ano de 1977, dando início ao que no futuro seria chamada de Stock Car.

Com o desinteresse do público por um campeonato monomarca, a General Motors criou uma nova categoria, que unia desempenho e sofisticação. O nome foi um golpe de mestre, pois além de emular o nome da famosa categoria americana, a NASCAR, desviava a atenção da marca única, assim surgiu a Stock Car e a disputa entre os gigantes: Opala e Maverick.

A primeira corrida aconteceu no dia 22 de abril do ano de 1979 no Rio Grande do Sul. Na ocasião, todos os veículos tinham as mesmas características mecânicas dos veículos de passeio, porém sem os revestimentos internos. Afinal, isso aliviaria bastante o peso. 

Com o passar dos anos, a categoria cresceu muito e já na década de 80 revelava grandes nomes!

Stock Car anos 80

Stock Car: Do Brasil para o mundo

A ideia era maravilhosa, porém a categoria precisava de mais segurança e mais velocidade. Um dos momentos que foi um verdadeiro divisor de águas, foi a agregação de itens de segurança nos veículos em 1987. Além disso, ocorreram adequações na motorização para fazer com que os carros chegassem a velocidades mais elevadas.

Com essas mudanças, no ano de 1982 a Stock Car rompeu as fronteiras nacionais e fez sua primeira corrida no exterior em um autódromo chamado de Estoril em Portugal. 

Com o tempo, os veículos foram perdendo as características dos carros de passeio, mantendo apenas a carenagem de alguns veículos do mercado.

Stock Car no século 21

A partir do ano de 2000, mesmo depois da Stock Car ter se consagrado como uma das modalidades de automobilismo mais assistidas do Brasil, ela continuou inovando para tornar as corridas ainda mais emocionantes, e principalmente seguras para os pilotos.

Um exemplo disso foi as adaptações chamadas de bolhas que simulavam um veículo sobre o chassis tubular. Logo em seguida, no ano de 2001 a categoria passou por mais uma série de mudanças, e a empresa Vicar passou a ser a organizadora do evento até os dias atuais.

A partir do ano de 2003, os veículos passaram a utilizar um motor de 8 cilindros importado dos Estados Unidos, o que proporcionava ainda mais esportividade e emoção durante as corridas.

Com a virada de século, diversas mudanças ocorreram no cenário, no caso da Stock, para melhor. Um dos feitos mais marcantes da história da Stock Car aconteceu no ano de 2005 quando a categoria contou com 40 pilotos em um evento competitivo. Isso nunca havia acontecido em nenhuma outra categoria automotiva em apenas uma única corrida.

Corrida do Milhão

Apenas três anos depois, a Stock Car realizava uma competição chamada de “Corrida do Milhão”. Basicamente, o objetivo era premiar o vencedor com um valor de 1 milhão de reais. 

Grandes nomes disputaram a prova, porém o primeiro a vencer a prova foi o piloto Valdemar de Brito. No ano seguinte, a competição aconteceu em circuitos de rua com uma prova em Salvador, e o vencedor da corrida do milhão foi o piloto Cacá Bueno.

Caca Bueno Stock Car

As estrelas da Stock Car

Muitos podem achar que as estrelas da Stock Car eram os pilotos, porém os carros eram as verdadeiras estrelas do evento. Muito emblemáticos, potentes e icônicos, alguns carros marcaram época muito por conta da categoria – esse foi o caso do Opala.

Sim, um dos veículos mais icônicos utilizados pela Stock Car foi o Opala. A carenagem utilizada era praticamente a mesma do veículo comercializado nas concessionárias Chevrolet, porém com alguns equipamentos de segurança bastante sofisticados e alguns detalhes aerodinâmicos que proporcionam mais desempenho nas curvas e frenagens.

Opala de Ingo Hoffmann

Outros carros que também marcaram época na Stock Car foram o famoso Ômega, que passou a ser utilizado no ano de 1994, o Astra e, recentemente, o Cruze.

Porém, não foi somente a montadora que alcançou o status de estrela do esporte dentre as carenagens para veículos da Stock Car. O Bora da Volkswagen também já fez parte da competição, além do Mitsubishi Lancer e Peugeot 307.

Os principais pilotos protagonistas da Stock Car

A Stock Car já teve grandes nomes do automobilismo mundial correndo pelas pistas do Brasil e do mundo. Alguns deles nós já citamos anteriormente, como Rubens Barrichello e Cacá Bueno.

Entretanto, temos outros pilotos que também são considerados grandes nomes que passaram pela categoria, e que são clientes queridos da Sid Special Paint!

  • Felipe Fraga
  • Ingo Hoffmann
  • Max Wilson
  • Paulo Gomes
  • Ângelo Giombelli
  • Chico Serra
  • Daniel Serra
  • Giuliano losacco
  • Ricardo Maurício
  • Ricardo Zonta
  • Thiago Camilo

Vale lembrar que nem mesmo os grandes nomes que já passaram por outras categorias como a Fórmula 1 marcaram tanto a Stock Car como um piloto em especial: Ingo Hoffmann, que conquistou um feito histórico entre os anos de 1990 e 2000.

Ingo Hoffmann

“Alemão”, como era conhecido, foi o vencedor de todos os 8 títulos no período, sendo que 6 deles foram consecutivos. Apenas o piloto Paulo Gomes no ano de 1995 e Chico Serra em 1999 conseguiram interromper a hegemonia de Ingo.

🏁 Aproveite e sinta a emoção junto com Ingo Hoffmann ao receber seu Opala Stock Car:

🏁 Curtiu a viagem na história da Stock Car de hoje? Então você vai gostar de saber mais sobre as principais curiosidades desse grande campeonato brasileiro: Stock Car: 11 curiosidades sobre o campeonato brasileiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.