Ao longo da história da Fórmula 1, vários pilotos fizeram nome e deixaram sua marca neste esporte acelerado e repleto de adrenalina. É difícil comparar as habilidades de pilotos de diferentes épocas, já que o esporte evoluiu incessantemente desde que começou em 1950. 

Com 71 anos de existência, muitos foram os que pilotaram os monopostos, mas alguns se destacaram mais e são considerados lendas do esporte, inspirando gerações, dentro e fora das pistas.

A vitória ou derrota de um piloto em uma prova não depende exclusivamente de talento, mas sim de uma série de fatores. E, ao longo dos tempos, muitos foram os agentes decisivos em títulos mundiais: equipe, piloto, condições climáticas e acidentes. 

Mas, independentemente das variáveis, existiram pilotos lendários em cada época da competição. Continue com a gente para conhecer os principais pilotos que marcaram história na Fórmula 1!

5. Alain Prost

Alain Marie Pascal Prost, nasceu em 1955 na França, foi quatro vezes campeão do Mundial de Pilotos da Fórmula 1. Durante sua carreira na F1, que foi de 1980 a 1993, ele venceu 51 Grandes Prêmios. É considerado um dos maiores automobilistas de todos os tempos. 

Prost progrediu nas categorias juniores do automobilismo, vencendo os campeonatos francês e europeu de Fórmula 3, antes de ingressar na equipe McLaren de Fórmula 1, em 1980, aos 24 anos.

Prost foi tetracampeão de Fórmula 1, nos anos de 1985, 1986, 1989 e 1993, e foi vice-campeão em quatro temporadas (1983, 1984, 1988 e 1990). estreou nas pistas no Grande Prêmio da Argentina de 1980 e, em 1993, fez sua última corrida no GP da Austrália. Em 1999, Prost recebeu o World Sports Award of the Century na categoria esporte a motor.

Para os brasileiros, o francês sempre será lembrado como o maior rival de Ayrton Senna. Prost travou grandes duelos com o piloto brasileiro, alguns deles muito importantes para a história do automobilismo mundial, como no campeonato de 1993, narrado na coletânea sobre a carreira do nosso ídolo Ayrton Senna: Sua história no automobilismo.

4. Juan Manuel Fangio

O quarto lugar do ranking pertence ao brilhante argentino Fangio, vencedor de 24 das 52 corridas que disputou na carreira e pentacampeão mundial com quatro escuderias diferentes. Correu apenas oito anos, entre 1950 e 1958, mas estabeleceu um padrão de excelência que dificilmente será superado. 

O argentino conseguiu o seu último título pilotando um carro claramente inferior. Com sua Maserati 250F, Fangio conquistou o mundo em 1957. Ele venceu cinco das sete temporadas disputadas, deixando para trás adversários fortes, como Stirling Moss e Alberto Ascari. 

Na história da Fórmula 1, nenhum piloto teve o aproveitamento de vitórias tão alto quanto Juan Manuel Fangio. O argentino foi o primeiro pentacampeão da história.  Fangio venceu 46,15% das corridas que disputou.

Além de ter vencido os campeonatos de 1951, 1954, 1955, 1956 e 1957, foi vice-campeão em 1950 e 1953. Fangio estreou no Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1950 e competiu até 1958.

3. Lewis Hamilton

O piloto inglês é o mais jovem a ter se tornado Campeão Mundial de Fórmula 1 e, desde então, Hamilton não parou mais. Em 2020, igualou o feito de Michael Schumacher, com sete títulos.

Naturalmente talentoso, o colecionador de recordes tem uma carreira brilhante na F1. Para entender a grandeza de suas conquistas, basta analisar que foi campeão mundial no segundo ano de Fórmula 1. A bem da verdade, Hamilton poderia ter sido campeão já em 2007, ano de sua estreia, mas sua inexperiência atrapalhou os planos daquele que seria o mais jovem campeão da história.

O título foi apenas adiado, pois em 2008, no GP Brasil, o inglês nem precisou vencer a corrida para ganhar o título. Após esse feito inédito, Hamilton passou por uma fase ruim nas pistas e na vida particular. Mas, após mudanças estruturais na categoria, ele trocou de equipe e voltou ao apogeu, sendo campeão pela Mercedes em  2014, 2015, 2017, 2018, 2019 e 2020. 

Hamilton também é o piloto da Fórmula 1 com o maior recorde de pole positions. O britânico também superou o recorde de Schumacher com o maior número de vitórias em toda a história da categoria.

🏁 Os capacetes de Lewis Hamilton: Conheça os designs de Raí Caldato

2. Michael Schumacher

O alemão Michael Schumacher foi por muito tempo o piloto com mais títulos da história da Fórmula 1. Em 2004, ganhou 13 das 19 corridas em que participou, ficando para a história como o homem que teve mais corridas vencidas em todos os anos desta competição.

Heptacampeão do mundo, Schumacher detém não só esse recorde, como também o de voltas mais rápidas, maior número de campeonatos, pontos marcados, vitórias e corridas ganhas em uma única temporada (2004). Mas, seu prestígio não se resume aos números: seu talento, técnica e estratégia também o tornaram uma grande referência no quesito competitividade. 

Em estatísticas, pode ser considerado o maior piloto da Fórmula 1, mas alguns fatores pesaram a seu respeito: a falta de um rival à altura, a escuderia poderosa da Ferrari e sua volta às pistas, em 2009, quando já não conseguia manter a mesma performance de antes. Em 2013, Schumacher se envolveu em um acidente de esqui, nos Alpes Franceses. Com sérias lesões cerebrais, seu estado de saúde é mantido em segredo até hoje.

De 1991 a 2012, Schumacher se tornou um ícone da modalidade, com 7 títulos e com participação em 308 GPs, vencendo 91 oportunidades.

1. Ayrton Senna

Considerado por muitos como o maior piloto da história da F1, o brasileiro Ayrton Senna venceu três títulos da modalidade: em 1988, 1990 e 1991, todos pela McLaren. O piloto brasileiro participou de um total de 162 GPS com 41 vitórias, sendo que foi ao pódio 80 vezes.

Ayrton Senna foi tricampeão, com vitórias em 1988, 1990 e 1991. Grande rival do francês Alain Prost, Senna testava seus limites a cada corrida e se tornou um herói nacional. Senna morreu em 1994, numa corrida pelo GP de San Marino, na Itália, ao bater seu carro na curva mais temida do automobilismo, Ayrton provocou uma das maiores comoções da história do Brasil, com grande repercussão internacional. Durante sua carreira, colecionou não apenas vitórias e recordes, mas também uma legião de fãs. Após sua morte, se tornou uma verdadeira lenda da modalidade. Considerado “Rei de Mônaco”, foi eternizado como o grande ídolo da Fórmula 1 no Brasil.

Senna era um piloto completo, e foi eleito pela revista inglesa Autosport e pela rede britânica BBC como o maior piloto de todos os tempos.

Graças ao seu enorme talento e o seu carisma, Senna é ídolo de grandes pilotos de outras gerações da F1, como o atual campeão Lewis Hamilton.

Quer saber a história completa do nosso campeão? Entre no nosso blog e conheça tudo sobre o maior corredor da história, Ayrton Senna.

Mas não para por aqui não…

Como a lista é gigante, não poderíamos deixar de fora grandes astros campeões e protagonistas brasileiros da Fórmula 1 como Nelson Piquet, Emerson Fittipaldi e Rubens Barrichello!

Fique por dentro de muito mais em:

🏆 Os 33 campeões mundiais na história da Fórmula 1

🏆 Os 5 brasileiros que marcaram história nos 70 anos da Fórmula 1

🏆 As corridas que marcaram a história na Fórmula 1

🏆 O primeiro título do Brasil na história da Fórmula 1

🏁 Vamos relembrar os 10 melhores momentos do nosso campeão e seu legado no esporte?!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *